Páginas

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Pausa

Esse blog faz uma pausa para as festas de fim de ano. Em 2013, estamos de volta! Ótimo Natal e um feliz ano novo para todos!

Mas a página do blog no Facebook continua super na ativa. Acompanhe a programação clicando aqui.

Até!

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Dicas para o finde

Final de semana meio nem aqui, nem lá, né? Pré-férias, pré-Natal...mas alguma coisinha sempre tem pra fazer, certo? Então, vamos lá!

Na última edição do ano do Paço da Criança, a equipe do Núcleo Educativo do Paço das Artes propõe experiências de pintura em uma sessão cheia de música e tintas. Os participantes serão convidados a praticar a técnica conhecida como action painting (pintura de ação) utilizando os movimentos do corpo, pincéis ou as próprias mãos para fazer pintura, tendo como estímulo diferentes ritmos musicais. A atividade acontece neste sábado, 15/12, em duas turmas: das 10h às 12h e das 14h30 às 16h30. Para participar, é necessário fazer inscrição pelo telefone (11) 3814-4832 ou pelo email educativo@pacodasartes.org.br.

Vai lá!

Paço das Artes
Avenida da Universidade 1
Tel.: (11) 3814-4832

Na Livraria da Vila tem contação de história no sábado, das 16h às 17h, - Meu Encontro com Papai Noel -, com Julio Cesar Brugnari, e das 16h às 19h tem lançamento do livro A Miquelina e o Crumelio, de Rafael Vidal.

Vai lá!

Livraria da Vila
Rua Fradique Coutinho, 915.
Tel.: (11) 3814-5811

Neste domingo, a Livraria Cultura do Shopping Villa-Lobos traz, às 16h, em seu Espaço Culturinha, a contação de histórias "Rosas, formigas e ...", que conta a história de uma menina chamada Brasilina Jardim que resolve plantar rosas em homenagem a sua mãe e a sua avó, mas muitas formigas aparecem e, então, começa a aventura de Brasilina para acabar com as formigas sem machucá-las.

Vai lá!

Livraria Cultura
Avenida das Nações Unidas, 4.777.
Tel.: (11) 3024-3570


Boa diversão!


quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Bons programas no Sesc Pinheiros

Quem avisa, amigo é...!

A coisa toda começa a ficar boa no dia 22/12. Sim, porque neste dia acontecem duas sessões do show de lançamento do segundo CD do grupo Pequeno Cidadão - a primeira às 11h e a segunda às 15h. Ingressos já à venda. Corra para garantir o seu, se é que ainda sobrou algum...

Nos dias 26, 27 e 28/12, sempre das 13h30 às 16h30, acontecem três oficinas muito bacanas de construção de instrumentos. É uma atividade para pais e filhos e são 25 vagas. A inscrição é feita na hora e no local, por ordem de chegada. A partir de materiais reciclados ou naturais, as oficinas propõem o contato com a percussão e promovem a integração e a produção espontânea de música por pessoas com ou sem experiência na área. No dia 26/12, será feita a construção de um ganzá ecológico e de uma eco-maraca. No dia 27/12, é a vez de fazer um xequerê. E no dia 28/12, um tambor de PVC será montado.

Para fechar a semana com chave de ouro, acontece no sábado, 29/12, às 11h e às 15h, o show do Coral Palavra Cantada, um grupo vocal formado por cerca de 50 crianças, entre 8 e 13 anos, dedicado a trabalhar principalmente o repertório da dupla Paulo Tatit e Sandra Peres. Sob a regência de Eduardo Boletti, que acompanha o grupo no piano, e com uma participação especial de Paulo Tatit, o Coral vai apresentar músicas conhecidas e queridas da garotada como "Ciranda", "África", "Pé de Nabo", "Bolacha de Água e sal", "Pindorama", "Criança não trabalha", além de sucessos como "Blackbird" (Beatles) e "Sítio do Pica Pau Amarelo" (Gilberto Gil). Ingressos já à venda.

Maravilha, né?

Vai lá!

Sesc Pinheiros
Rua Paes Leme, 195.
Tel.: (11) 3095-9400

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Dicas para o finde

Sexta-feira linda de sol e muitos programas gostosos no final de semana. Quer ver?

Está em cartaz no Teatro do Centro da Terra a peça Terremota, que conta a história de Maria, uma menina que vive quase o tempo todo dentro de casa. Quando seu tio Bigode resolve fazer uma viagem para a praia, Maria fica toda animada, mas uma forte tempestade adia o passeio. Revoltada, Maria cria seu próprio país, a República Terremota, onde sempre tem sol. A partir daí, a meninas e seu tio vivem várias aventuras. Até 09/12, domingos, às 16h.

Vai lá!

Teatro do Centro da Terra
Rua Piracuama, 19.
Tel.: (11) 3675-1595

O Circo Tihany volta à capital depois de 13 anos sem se apresentar em São Paulo. O clássico picadeiro dá espaço a um palco de nada mais, nada menos que 900 metros quadrados. O espetáculo atual, Abrakdabra, foi criado há oito anos em Las Vegas, já passou por muitos países e aposta em tecnologia de ponta: 20 mil watts de som, telões tridimensionais e um sistema hidráulico que controla fontes de água e fogo no palco. Uma das estrelas da trupe é o acrobata e palhaço venezuelano Henry Ayala Junior. O picadeiro está montado no Parque Villa-Lobos. Em cartaz por tempo indeterminado. É possível comprar o ingresso na bilheteria ou pelo site Livepass.

A loja Gafaritos encerra as oficinas de 2012 com um convite para os pequenos soltarem sua criatividade e fazerem enfeites de Natal. Você só precisa levar o espírito natalino porque o resto - cola, feltro e fita - a Gafaritos fornecerá! É neste sábado, 08/12, das 14h às 17h. Indicada para crianças a partir de 4 anos.

Vai lá!

Gafaritos
Rua Original, 107.
Tel.: (11) 2361-0793

O cineasta Jeremias Moreira lança seu primeiro livro infantil, O Pirata do espaço, no sábado, 08/12, na Livraria da Vila da Fradique Coutinho. Além da sessão de autógrafos com o autor, haverá contação da história do livro com Adriane Tunes e William Vasconcelos. O evento, gratuito, acontece das 15h às 18h.

Vai lá!

Livraria da Vila
Rua Fradique Coutinho, 915.
Tel.: (11) 3814-5811

Aproveite!



quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

O não-post das férias

Então que eu tinha planejado postar aqui uma série de dicas para preencher a agenda da garotada nessas férias. Mas não vou fazer isso. E não vou fazer isso porque li um texto que a Rosely Sayão publicou em sua coluna semanal no caderno Equilíbrio da Folha de S. Paulo nesta última terça-feira que me fez refletir. Tomo a liberdade de reproduzi-lo aqui para que vocês também reflitam sobre o assunto.
Vejam só:


Rosely Sayão
Publicado no caderno Equilíbrio de 04/12/12

Quem vai ficar com as crianças?


Passar mais tempo com os filhos durante as férias escolares transformou-se em problema para os pais

TENHO RECEBIDO mensagens de pais - de mães, principalmente - que comentam as consequências que as férias escolares dos filhos provocam em suas vidas, levantam questões e manifestam dúvidas sobre o que fazer com as crianças durante o recesso.

Muitos deles perguntam se faz mal para a criança frequentar a escola nessa época, já que muitas delas oferecem recreação e cursos extracurriculares para a criançada ter o que fazer ou com quem ficar enquanto os pais trabalham.

Outros questionam se a criança precisa mesmo passar tanto tempo sem ir para a escola, sem encontrar seus colegas, sem ter atividades diferentes para realizar com seu grupo.

Há também os que reclamam. Vou citar uma leitora que, magoada, contou que havia planejado fazer um cruzeiro em meados do semestre próximo, mas que, como não encontrou alternativa para o filho, teve de renunciar ao passeio e marcar suas férias para o mês de janeiro, sem direito de viajar sozinha.

Alguns pais perguntam a partir de qual idade a criança pode ir para um acampamento, outros querem dicas do que inventar para os filhos fazerem em casa, perguntam se devem manter rotina, hora de sono, tempo no videogame ou computador, escola de esportes etc.
Há dúvidas de todo tipo. Então, vamos ajudar a esclarecê-las antes de refletir a respeito do tema.

Ir para a escola quando a maioria dos colegas não está lá não deve ser muito agradável para crianças, não acha, leitor? Além disso, deixar sua casa quando não é necessário -as crianças sabem o significado de férias- é custoso para elas.

Descansar dos adultos que trabalham na escola, do ambiente físico, das regras que lá existem, tais como hora de se alimentar, de trocar de roupa etc., é revigorante. Você não gostaria de passar dias de suas férias em seu local de trabalho, não é verdade?

À escola a criança vai para aprender. Mesmo no ciclo da educação infantil, o brincar da criança é diferente e promove o aprendizado. Nem sempre sabemos dizer o que ela está aprendendo, mas que aprende, aprende. E isso é exaustivo. Por isso, a criança precisa de férias escolares, mesmo quando pequena.

Ter filhos significa ter de renunciar, mesmo que temporariamente, a diversas coisas. Reclamar não é produtivo, já que o desejo de ter filhos foi dos próprios pais.

É recente essa ânsia dos adultos de criar programação para os filhos. Eles mesmos podem fazer isso, mas só se tiverem tempo para o ócio. Claro que, depois de viver apenas com os adultos dirigindo suas atividades, eles estranharão um pouco, mas vão aprender o quanto é valioso serem donos de seu tempo, de suas escolhas, da ordem de seus afazeres.

Por último, vale a pena pensarmos nos motivos que levaram muitos pais a tratar as férias dos filhos como um problema. Talvez, seja difícil saber o que fazer com as crianças sem a mediação dos horários rígidos e dos compromissos da agenda escolar. Talvez, seja mais difícil ainda conviver com os filhos por períodos maiores do que os pais estão acostumados.

A partir de quando ficar com os filhos em casa transformou-se em um problema? Desde o momento em que ter filhos passou a ser uma ideia diferente da de acompanhar a vida de uma criança, cuidar dela, dedicar-se a ela, ficar disponível para o que possa acontecer; desde que passamos a querer viver com filhos do mesmo modo que vivíamos antes de tê-los. A partir do momento em que nossa vida desobrigada deles parece ser muito mais sedutora.

Por que temos filhos?