Páginas

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Chaplin e Steve McCurry



Eis que a chuva deu uma trégua naquele feriado, bem como minha birra e consegui colocar meu plano em prática: finalmente ir ao Instituto Tomie Ohtake. E foi ótimo! Isadora precisava sair de casa e gastar energia urgentemente! E vimos coisas lindas, que super recomendo tanto para grandes como para pequenos.

A primeira foi uma exposição do fotógrafo americano Steve McCurry (o autor desta bela e famosa imagem). As fotos são absolutamente impressionantes e impactantes. A exposição, Alma Revelada, traz fotos desde os trágicos ataques de 11 de setembro até festividades religiosas orientais. Tem também pesadas fotos de zonas de guerra contemporâneas e lindos retratos individuais que nos mostram de forma simples e bela como a humanidade é diversa e rica.

McCurry, há décadas, percorre o mundo munido com sua máquina e os rolos de filme Kodachrome, que começou a ser produzido pela Kodak a partir de 1935 e virou o xodó dos fotógrafos por sua altíssima qualidade de reprodução das cores. De fato, eu, antes de ler um pouco mais sobre o filme, fiquei me perguntando se as fotos não haviam sido manipuladas porque as cores são absurdamente fortes. Na exposição está também a série que McCurry fotografou com o último rolo de Kodachrome (a Kodak não mais produz esse filme) jamais feito.

A segunda foi uma exposição sobre Charles Chaplin. Esta Isadora adorou! Sentou para ver os filmes e riu com as trapalhadas do ator/comediante/dançarino/roteirista/diretor/produtor e músico britânico. O material (filmes, cartazes, manuscritos e muitas e muitas fotos), diretamente recolhido do acervo familiar, é bastante rico e vale ser visto.

Vai lá!

Steve McCurry: até 29/01
Charles Chaplin: até 27/11
Terça a domingo, das 11hs às 20hs. Entrada gratuita.
Av. Faria Lima, 201 (entrada pela Rua Coropés).
Tel.: (11) 2245-1937

Nenhum comentário:

Postar um comentário